Todo produtor rural brasileiro, que faz uso de defensivos agrícolas (agrotóxicos), tem a obrigação de devolver as embalagens vazias desses produtos nas unidades do programa de logística reversa, que funciona em todas as regiões do país.

A responsabilidade pela fiscalização das embalagens vazias de agrotóxicos é compartilhada entre a CIDASC (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) e o IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina). Segundo o engenheiro agrônomo, e atualmente gestor do departamento regional da CIDASC de Criciúma, Daniel Remor Moritz, os usuários de agrotóxicos são obrigados a devolver as embalagens vazias no prazo de até um ano. “A importância de sua devolução é tanto ambiental como econômica. As embalagens podem virar, por exemplo, conduítes para a construção civil”, comenta Daniel.

Cerca de 94% das embalagens plásticas primárias de defensivos agrícolas, comercializadas no Brasil, são recolhidas e encaminhadas para a reciclagem. Do total recolhido, 91% têm condições de ser reciclado. O restante é incinerado.

O agricultor e proprietário rural, Marcelino Schmitz, guarda separadamente as embalagens de defensivos agrícolas em local isolado, fechado e com ventilação. “Os recipientes são guardados sem tampa, mas todos separados em diferentes sacos”, comenta o agricultor. Ele não toma cuidado apenas na armazenagem e aplicação do produto, mas também ao efetuar a lavagem, utilizando máscara e luvas. “Após esse processo, quem recolhe é a própria empresa que vende”

Como descartar corretamente

Para realizar a entrega da maneira correta, é preciso seguir algumas etapas. O gerente de agropecuária, Juliano Albonico, explica que, após o uso dos agrotóxicos, os produtores rurais precisam lavar as embalagens com o processo de tríplice lavagem ou por lavagem sob pressão.

Em seguida, os recipientes precisam ser inutilizados. “Faz um furo embaixo da embalagem e separa o que é litro, galão, balde e pacote, e separa as tampas também”, frisa o gerente. Após tomar essas medidas, o produtor tem um ano para entregá-las nas unidades de recebimento. Juliano ainda acrescenta que é responsável pelo recebimento das embalagens de todos que compram com ele.

TEXTO: Giovana Bordignon – Acadêmica de Jornalismo